O que você jogou na semana passada?

What did you play last week?

Andy Kelly vem jogando Microsoft Flight Simulator com antecedência de seu lançamento, e foi devidamente wdevidos por sua fidelidade. O pensamento de voar sobre uma versão da cidade onde eu vivo isso-pelo menos de uma altura-parece fotorealista? Isso é empolgante, e assim é a ideia de poder voltar a lugares que visitei. A coisa mais próxima de um voo sim que eu joguei nos últimos anos foram jogos onde você é um pássaro, mas isso pode simplesmente me arrastar de volta.

Chris Livingston vem tocando Blaseball, um simulador de beisebol que está aparentemente sendo jogado no Inferno (ao contrário da versão regular do beisebol, que está apenas sendo jogado em algum lugar parecido com o Inferno, wahey). No Blasebola você coloca apostas em partidas que podem envolver jogadores em mutação, ou votar em regras como se fosse abrir o Livro Proibido. Meio que me lembra o Jon Bois’s 17776: What Football Will Look Like in the Future, apenas horror-themed em vez de sci-fi.

Stacey Henley vem tocando Valorant, e observando que os heróis chatos deste herói são esse caminho pelo design. Apesar de ser comparada a Overwatch muito, Valorant se afasta de dar seus personagens backstories, ou até mesmo de hitboxes divergentes, como forma de enfatizar a legibilidade-algo que tem em comum com o velho Team Fortress 2.

Eu tenho jogado Necrobarista, um romance visual ambientando em um café que serve os mortos assim como os vivos. Sua profunda australiana-ness é uma oddidade agradável, e estou ansiando pelo DLC livre que vai adicionar histórias laterais sobre os personagens que não foram fazer muito na trama principal, já que aquela era uma das suas poucas falhas.

Chega de nós. E você? Você tem jogado Fae Tactics, Carrion, ou Rocket Arena durante o seu julgamento gratuito? Talvez você tenha tentado Honey, eu Shrunk o Survival Genre, aka Grounded? Deixe-nos saber!